Com o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências”, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com a Secretaria de Assistência Social (SMAS) de Nossa Senhora do Socorro, realizou nesta quarta-feira, 14, a XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que tem como objetivo fortalecer o sistema de garantia dos direitos aos jovens do município. Realizada a cada quatro anos, a Conferência, este ano, foi realizada na Igreja dos Mórmons.

“A Conferência é o pico máximo para a potencialização da rede da juventude do nosso município. Como preparação realizamos algumas pré-conferências livres para divulgar o objetivo da Conferência e para que os adolescentes pudessem estar cientes dos assuntos  debatidos é um momento de festa e reflexão de onde o município quer chegar no tocante à ampliação da rede de serviço para a política municipal do Direito da Criança e do Adolescente”, disse a presidente do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, Michelle Marry.

Presente no evento, a secretária da pasta Maria do Carmo, destacou a conferência como um momento para fazer uma avaliação de como o sistema vem atuando em Socorro e traçar novas metas e estratégias para uma maior efetividade das políticas públicas. “Hoje é o momento de traçar metas e ações para que nós, enquanto assistência, possamos desenvolver de forma ainda mais contundente, esse trabalho que já vem sendo realizado em parceria com o Conselho Tutelar e com as secretarias de Educação, Saúde e Cultura, além do Ministério Público que é o nosso grande parceiro, trabalhando em prol dos Direitos das Crianças e Adolescentes”, declarou.

“É um momento de extrema importância para que nós possamos avaliar o que está sendo desenvolvido e o que precisa ser melhorado para proporcionar uma realidade que venha trazer benefício para os nossos jovens”, declarou o prefeito Padre Inaldo.

Após a formação da mesa, o evento prosseguiu com a apresentação cultural da educação sobre o trabalho infantil e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, seguida da leitura do regimento interno, a história do professor da rede municipal de ensino Manoel Pedro que já participou do Programa de Educação contra a exploração do Trabalho Infantil, palestra abordando o tema da Conferência e eixos temáticos, e por último a eleição dos delegados que participarão da etapa estadual em 2019.

Quem também marcou presença na Conferência foi o promotor de justiça Luis Fausto Valois, titular da Promotoria que abrange a infância a mais de 10 anos. “Venho acompanhando o avanço do atendimento à criança e adolescente em Socorro, a exemplo da implantação das entidades de acolhimento, dos serviços de convivência, através do Cras e Creas, o trabalho desenvolvido pelo Conselho, o lançamento de editais para que sejam desenvolvidas políticas públicas. Hoje, uma das maiores preocupações é com a drogadição quem vem maltratando a sociedade, por isso é muito importante o acompanhamento da família no processo de educação, bem como dos professores que devem trabalhar as disciplinas educacionais”, disse.

Beneficiado do Cras do Marcos Freire I, Leonardo Norram fez questão de participar do evento, acreditando que o melhor continuará sendo realizado pelas crianças e adolescentes do município. “Fiquei muito feliz em compor a mesa e de poder participar de um momento tão importante não só para o município, como principalmente para nós, na busca por novas políticas públicas”, declarou.

 

Presença

Compareceram na solenidade os secretários Renato Nogueira (Secom), Francisco Carlos (Semeltju), Natan Reis (Semcult), Alessandro Santos (Semtrab), Carlos Mendonça (Indústria e Comércio), David Lopes (SMAP), Faustino Estevez (Setran), além do Comandante da Guarda Evilásio Protásio, o coordenador da Defesa Civil, Emerson Morais, e do presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência, Samuel Fernandes.

Por: Bruna Evelyn

Fotos: Edilson Menezes

Confirma mais fotos: